Páginas

26.10.14

Existirão sempre irregularidades porque a própria existência  se define delas.
Existirão sempre mulheres porque as irregularidades não se definem sem elas.
Existirão sempre vontades e vontades cheias delas, existirão sempre razões para morrer entre duas janelas.
Nunca mais existirão alegorias nem saudades das mentiras, existirão apenas e só carros e casas vazias.

No comments: