Páginas

10.7.12

Este é o Capítulo I e nesta história apenas I existe.
Num mundo onde onde todos ficam estranhos a cada semáforo que cai para vermelho, encontrei um homem que não abrandou no amarelo. Ele veio de outra história, acredita no que te digo. Usa palavras como Ágil e Gin tónico Adocicado e utiliza os ésses como se fossem Reis. Traz um lenço branco no bolso mas nunca vai querer estar em paz contigo, não acredito que se apaixone e não acredito que vista pijama. Os homens como ele ou dormem nus ou não têm tempo para dormir. Tem um bigode desde as orelhas e de pouco a pouco molda-o como barro. Ele  levanta ligeiramente o rabo da cadeira em jeito de cumprimento, sejas homem ou mulher.
Brinda contigo a Portugal e à Pátria mesmo que sejas Alemão e mesmo que estejas tão cego que não consigas distinguir a estrada da tua cama.
Ele não é bonito e ele não é para casar, e desde que nasci nunca mais o vi e Ele era mais ou menos assim :

No comments: