Páginas

9.5.12

Se um dia me vieres buscar
Por favor vem rápido

 eu já estou  mudar.

Estou a espera que o povo me atenda
Ele é difícil tu sabes bem
Naquela vez que pediste amor
E ele mandou te não sei a quem.
Vem cá
Eu espero por ti
Por vezes gostas de ter
Por vezes não gostas de mim.
Na cama já nada interessa
Não vês pele, não vês cetim
Viste da outra vez um sonho
Mas sabes que ele era só para mim.
Não é que sejas um traste
Não é que sejas amável
É só porque nesse registo
Não pareces de todo tentável.
Senta aqui
Senta
Tem um espaço aqui do meu lado
Se fores à Lua um dia
Leva contigo o meu recado.
Encosta o teu ombro ao meu
E ouve a tua mãe lá perto
Talvez se eu estivesse nua
Tu já não estarias quieto.

2 comments:

Luís Freitas said...

E o publico fica parvo depois de ver Inês no palco!

Inês Soares said...

Eu já te disse, eu vou para um palco se o partilhar contigo. Parva fico eu com os meus ataques de poesia, quando vem, vem tudo ao mesmo tempo. xD