Páginas

13.3.12


Ela é encantadora. Ai sim? Tem a líbido de um homem. Gostas? Gosto dela. Devia fumá-la e deixá-la a dormir. Não queres? Ela pensa que um terço do mundo vive na casa de um outro quarto, pensa que Deus tem uma pila. Não é encantadora? Ela vendeu um sonho estragado ao Universo e já nem pensa nos Ais! Em cima dela? O que está á volta, são as pessoas e tu que comem.


Gostava de te ensinar que não se deve venerar animais.
Gostava de te dizer que não se deve ser uma miúda encantadora.

3 comments:

Luís Freitas said...

Gosto da tua escrita assim, sem rumo. Gosto dela assim, simples e desorganizada, é isso que a torna verdadeira.

Inês Soares said...

São os meus nomes do meio, simples e desorganizada.
Eu não sei o que se passa, mas alguma coisa está a acontecer, tu agora tens milhões de inspiração e eu tenho zero. Não percebo. Custou-me escrever isto.

Luís Freitas said...

Há coisas que não se devem forçar. Espera o teu momento ;)